obstrução

mesmo que eu sem pensar proponha; não me deixe. que no momento que a boca disser, a mesma boca que te beija, a mesma boca que te come, te mastiga, te atravessa, a boca que te disser é uma boca que não presta; não me deixe. que o momento é sempre outro, está mais pra frente um pouco; a gente sabe, é inevitável o desencontro, mas fica pra próxima; não me deixe. que a briga de anteontem, já passou, o choro de onteontem foi só meu, e eu me viro, eu me atiro, eu me vou; mas não me deixe, por favor, não me deixe antes que eu me vingue.

Siga-me na sua rede favorita:

  • Instagram
  • LinkedIn ícone social
  • Wix Facebook page
  • Wix Twitter page

© 2013 by PRISCILA LOPES
Fotógrafo Leonardo Gaudio


 

This site was designed with the
.com
website builder. Create your website today.
Start Now